“Azunhas”

Sempre gostei de unhas longas, acho que é por ter mãos pequenas e gordinhas. Unhas longas as deixam mais aceitáveis. Mas unhas longas e tarefas domésticas às vezes são incompatíveis, mesmo usando luvas.

Depois de longas batalhas entre conservação e quebra, longs conversas com L, optei pelo alongamento acrílico e por muito tempo as tive longas como sempre quis. Por circunstâncias que agora não vêm ao caso, depois das cirurgias não pude mantê-las, mas volta e meia, refaço o processo.

Foi o que fiz no último mês de agosto. Longas como nunca, finas, lindas. E com elas continuei lavando a louça e a roupa, cozinhando, limpando a casa e fazendo as camas, dirigindo e carregando as compras. Ah, e claro, fazendo as malas, despachando e recuperando as mesmas nas esteiras de gabagem!

As pessoas sempre têm uma palavra de crítica a elas. Mas se alguém acha que me abalo, pode esquecer. Só há uma coisa a falar:

Quase dois meses depois, estão ainda mais longas e ainda mais lindas!

The Nails

I’ve always liked long nails, I think it’s because I have small, chubby hands. Long nails make them more acceptable. But long nails and housework are sometimes incompatible, even wearing gloves.

After long battles between conservation and breakage, long conversations with L, I opted for acrylic stretching and for a long time I had them long as I always wanted. For circumstances that don’t matter now, after the surgeries I could not keep them, but whenever I can, I redo the process.

That’s what I did last August. Long as ever, thin, beautiful. And with them I continued washing dishes and clothes, cooking, cleaning the house and making the beds, driving and carrying the groceries. Oh, of course, packing, dispatching and picking the luggage up in the luggage belts!

People always have a word of criticism for them. But if anyone thinks it bothers me, forget it. There is only one thing to talk about:

Almost two months later, they are even longer and even more beautiful!

 

azunhas

Leave us a Message