Poetinha

Em 101 coisas sobre mim + reloaded falo que Soneto do Amor Total é meu poema favorito.

É Vinícius. O maior. O melhor.

Acho que poucos conhecem o soneto (o Soneto de Fidelidade é o mais conhecido), então aqui vai, escrito e falado pelo próprio Poetinha!

.

Soneto do Amor Total

Amo-te tanto, meu amor… não cante
O humano coração com mais verdade…
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade

Amo-te afim, de um calmo amor prestante,
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente,
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim muito e amiúde,
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

Rio de Janeiro, 1951.

Vinícius de Moraes
Ricardo Alfieri, Public domain, via Wikimedia Commons

.
.

Leave us a Message

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.